Ator e cantor de pagode, talentoso, simpático, engraçado, mas ainda não figura entre os artistas considerados “tops” no país.

Ele chamou a atenção, nas noites de domingo, no Domingão do Faustão, simplesmente por seu talento.

Estou falando do Mumuzinho, que deixou todo mundo de boca aberta no quadro “Show de Talentos”.

Se o consideravam um simples cantor de pagode, ele desbancou um monte de gente e aos poucos, foi se superando e literalmente, deixando todos para trás.

Encarnou de Péricles, Stevie Wonder e Louis Armstrong a Alcione e Dona Ivone Lara. As duas últimas com tal perfeição que tirou a nota máxima dos jurados e do público.

O bom nisso tudo, além de reafirmar a sua competência, é mostrar para o Brasil que o maior problema desse nosso país, pelo menos na minha opinião, é a falta de oportunidade.

Mumuzinho teve a oportunidade de mostrar o que pode fazer e pôde mostrar toda a sua capacidade e talento.

No meio musical, quantos artistas não conseguem sequer uma chance de mostrar o seu trabalho, não conseguem gravar um disco, não conseguem tocar sua música em uma emissora de rádio, e são obrigados a abandonar um sonho ou um projeto de vida.

Que sirva de exemplo. Que as pessoas envolvidas no processo de criação de um artista reconheçam a importância de se dar a oportunidade aos verdadeiros talentos.

por BR Brazil Coach