A escola de samba Vai-Vai, que foi rebaixada do Grupo Especial para o Grupo de Acesso de São Paulo, divulgou nesta quarta-feira (6) uma nota dizendo que a escola está ‘inconformada e estarrecida’ com o desfecho do carnaval 2019. Esta é a primeira vez que a Vai-Vai é rebaixada após ficar em último lugar, com 268,8 pontos.

“Ainda estamos inconformados e estarrecidos com o desfecho do carnaval 2019 para nossa agremiação. […] Afirmamos que tal resultado nunca fez parte do nosso planejamento, portanto, antes de qualquer conclusão superficial, optamos por analisar as justificativas e apurar todos os fatos”, informa a nota.

De acordo com a diretoria de comunicação da escola, em breve um pronunciamento oficial será feito, já que nenhum representante quis falar com a imprensa após o anúncio do resultado.

Ainda estamos inconformados e estarrecidos com o desfecho do carnaval 2019 para nossa agremiação.Levamos para avenida…

Posted by Escola de Samba Vai-Vai on Tuesday, March 5, 2019

Neste ano, o enredo da escola do Bixiga, fundada em 1930, foi “Vai-Vai: o quilombo do futuro”, no qual a escola falou da luta do negro na sociedade e ainda fez uma homenagem à vereadora carioca Marielle Franco, assassinada no Rio.

Além da Vai-Vai, a Acadêmicos do Tucuruvi também foi rebaixada. A Tucuruvi, que levou para a avenida o enredo “Liberdade. O canto retumbante de um povo heroico”, ficou empatada com a Tom Maior com 269,2 pontos, mas perdeu no critério de desempate. Fundada em 1976, a Tucuruvi estava no Grupo Especial desde 1998.