TV Record x religiões afro-brasileiras:

Sindicato dos Jornalistas promove roda de conversa sobre Direito de Resposta  e Racismo Religioso

Evento, que ocorre dia 30 de maio, às 19h30, na Rua Rego de Freitas, 530, terá como convidado o advogado Dr. Hédio Silva Junior e é promovido pelo Cojira-SP – Comissão dos Jornalistas pela Igualdade Racial do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, em parceria com o Nera – Núcleo de Estudos Étnico-Raciais das faculdades FMU-FIAM-FAAM.

Dr. Hédio falará sobre o processo de Direito de Resposta ganho contra o Grupo Record TV, por ofensas e injúria racial dirigidas aos seguidores de religiões Afro-brasileiras. A ação durou 16 anos para ser cumprida, acumulando prejuízos aos seguidores de Umbanda e Candomblé, resultando em práticas de racismo religioso e intolerância religiosa, que extrapolaram a tela da TV.

Jornalistas e convidados poderão debater questões importantes entorno do tema, como o papel da mídia na naturalização de práticas racistas; o lugar da religião na pauta diária de veículos de comunicação; o impacto da invisibilização e da esteriotipação do negro pela mídia brasileira, entre outros.

O evento é aberto, as inscrições gratuitas e podem ser feitas na data do evento, a partir das 18h30. Vagas limitadas sujeitas à lotação do auditório.

Sobre o Dr. Hédio Silva Jr.

HÉDIO SILVA JR.é advogado e ativista histórico. Foi secretário da Justiça do Estado de São Paulo e é um dos mais respeitados defensores da cultura e das religiões de matrizes africanas. Em 2016, foi homenageado com o Troféu Asé Isesé (A força dos nossos ancestrais) conferido pelo Centro Cultural Africano à lideranças religiosas e personalidades públicas que se destacam na luta contra a intolerância religiosa.

Serviço

Roda de Conversa – Direito de Resposta, Religião e Racismo Religioso

Data: 30 de maio

Horário: 19h30

Endereço: Rua Rego de Freitas, 530 – Centro

Evento gratuito

Vagas limitas

Inscrições no local, a partir das 18h30